quinta-feira, 27 de novembro de 2014

  MUDARAM  O  NOME!




Antes  de  tudo,  Bíblia  é  um  titulo  cujo  significado é coleção  de  biblos,  e que  é traduzido por  coleção  de  livros.
Daí  já  se  nota  que  o  nome não  tem  nada  a ver  com inspiração  divina.
As Escrituras  Sagradas  hebraicas,  a Tanakh  e  a  briyt hadashah=originais=  sim!  são  palavras  inspiradas  de  YHWH=Yahweh  o Eterno  Criador.   Só que  elas  foram  traduzidas  primeiro para  o  grego  versão  dos  70 no século 3ºantes  do  mashiach;  e daí  para  o  latim  no século 4º=vulgata latina  de   Jerônimo;  ficando  sob  o  domínio  de Roma cerca de 1600  anos  sendo  corrompidas. Sobre  isso lemos  na "Enciclopédia  Britânica  1974/79-vol 10-pg 126,  o seguinte; a doutrina se desenvolveu  gradativamente  através  de  vários séculos. E passando  por  muitas  controvérsias;  inicialmente  por  duas  razões, a exigência  do  monoteísmo  herdado do  Velho  testamento, e a implicação  pela  necessidade  de  interpretar  os  ensinos  da  Bíblia  para  o mundo  greco-romano. Todas  as traduções  de  bíblias  do mundo  saíram da  vulgata  latina.
Na  língua  portuguesa  foram  todas  traduzidas  por padres  católicos e  tem  cerca  de apenas 330  anos;  A professora  de  hist-antiga da  univ- de   sp ,Maria Luiza  Corassim  disse  na  rev-sup-interessante-editora  Abril...do  século II  ao XV,  as  cópias  dos  livros  sagrados    estavam  no  conventos,  eles  agregavam  o  que  queriam; sabiam?  Se  não sabiam  é  bom  examinar...examinai  a  Escritura,  não  é examinai  a Bíblia. O  anjo  disse  ao  profeta  Danyahu=Daniel  que  surgiria  um  poder  que...mudaria  os  tempos  e a lei...e  que  faria  isso  e prosperaria; Daniel 7,21-29.  e  8,10-15.  Foi exatamente  o  que  Roma  fez,  mudou  inclusive o  nome  do  salvador  hebreu  de Yahshuah hamashiach, cujo  significado é Yahweh é  Salvação; substituindo-o;  por  um  nome  greco-romano Jesus  cristo
com  significado  de  deus  cavalo=deus porco,  durma-se  com  um  barulho desses .
 Deus  nunca  foi  o  nome  ou  titulo  do  Criador  Eterno. È  apenas  um  adjetivo de  qualidade inclusive  com ramificação  gramatical de Zeus  deus  maior da mitologia  grega. E Jesus significa "Deus cavalo=Deus porco..,."SUS"  no hebraico é  cavalo...no latym É suino-porco etc...
Dic-internacional  de Teologia  do Antigo testamento  pg1033




O nome Jesus foi dado em homenagem aos deuses pagãos o grego Zeus, o romano Júpiter e o celta Esus.

Ivonil ferreira  de carvalho>

terça-feira, 25 de novembro de 2014

O MOVIMENTO DO NOME SAGRADO!!!!!!!!

O MOVIMENTO  DO NOME  SAGRADO...!

O Movimento do Nome Sagrado (MNS) é um movimento cristão, inicialmente dentro do Adventismo, propagado por Clarence Orvil Dodd a partir de 1930, que pretende se conformar ao seu cristianismo as raízes hebraicas da fé cristã1 . A melhor distinção conhecida do MNS é a sua defesa do uso do nome sagrado YHWH (יהוה) - o Tetragrama -, isto é, o nome histórico do Deus de Israel, ue preferem sonorizar (conforme cada variação da seita), bem como o uso do nome original hebraico de Jesus (Yeshua), muitas vezes transcrito como Yehoshua/Yahoshua/Yaohushua. Esses crentes MNS também geralmente mantêm muitas das leis do Antigo Testamento e cerimônias, como o sábado do sétimo dia, festivais Torá e leis alimentares tentando manter alimentação e costume próximo ao kosher judaico.
Índice [esconder]
1 História
2 Ver também
3 Referências
4 Links externos
História[editar | editar código-fonte]
Esse movimento (MNS) inicia-se com a "Assembléia de Yahweh" em Holt, Michigan, EUA nos anos iniciais da década de 1930. Os líderes pregavam que um dos membros teria sido visitado por dois anjos que explicou que o nome do Messias corretamente seria Yahshua. Outros líderes das então "Assembléias de Yahweh" se destacaram, como p. ex. Jacob O. Meyer, que posteriormente denominou organização "Bethel", caminhando para a independência e para o alcance nacional (EUA). Donald Mansager e vários anciãos separaram-se da "Assembléia de Yahweh" nos anos iniciais da década de 1980, formando a "Assembléia de Yahweh no Messias". Outros líderes também ficaram conhecidos (como Donald Mansager, Alan Mansager, Robert Wirl), bem como outros nomes das facções que se sucederam, como "Assembléia de Yahweh Nova Aliança" (1985) - não relacionado com o movimento brasileiro Congregação Israelita da Nova Aliança -; seguindo, apareceram mais fações como "Assembléia de Yahweh em Yahshua", "Ministério Restauração, de Yahweh", "Congregação Verdade(deira) de Yahweh, Philadelphia", "Assembléia de Yahweh do 7º dia" - Cisco, TX (EUA) -, que desenvolveu sua liturgia com seus líderes; suas doutrinas diferem das tradicionais doutrinas do "Nome Sagrado" com detalhes à parte, dentre outros.
Os grupos acima são movimento de nome sagrado e possuem ligações histórico-doutrinários com a "Assembléia de Yahweh" original e têm doutrinas quase idênticas. Devido não existir uma inscrição formal para ser um "grupo de Nome Sagrado" o termo é vagamente definido. Muitas pessoas incluem-se nisso com grupos que usam variações de "Yahweh" e "Yahshua", mas ensinam doutrinas muito diferentes do que os grupos acima, para se considerar desse "movimento" (MNS).
Desde a década de 1970, esse movimento (MNS) penetrou entre os muitos de denominação pentecostal, p. ex. "A Casa de Deus", organização pentecostal sabatista iniciada em 1919 por RAR Johnson, tornou-se inundada com certas doutrinas do "Nome Sagrado". As "Casas Apostólicas de Yahweh" (presididas por William Greggs), órgão independente do "Nome Sagrado", é exclusivamente Pentecostal. Existem outras organizações pentecostais que se destacam, sendo mais inflexíveis sobre o uso de "nomes sagrados", como a "Comunidade da Aliança Vitoriosa", a "Caminho Estreito" e as "Assembléias do Messias na Doutrina dos Apóstolos".
Com características brasileiras, surge um movimento na década de 1980 vulgarmente denominado "Testemunhas de Yehoshua". Esta pequena seita seria então parte do MNS, versão hebraizante do cristianismo. Esse grupo acredita que são os verdadeiros restauradores do "Nome Sagrado", ainda se considerando ser uma verdade adormecida por dois mil anos, sendo restaurado só agora devido a revelações. Dentre as pregações descata-se o que ensinam sobre o nome Jesus, sendo para eles o certo a forma hebraica, só que não usam Yeshua, preferindo um formato "mais arcaico" para este nome, daí alguns grafarem Yehoshua/Yahshua/Yahoshua/Yaohushua.
Segundo eles, todas as demais igrejas cristãs estão erradas, já que dizem ser o nome Jesus de origem pagã. Semelhanças podem ser encontradas quanto às Testemunhas de Jeová em relação ao que estas fazem com a pregação do nome Jeová. Dentre as pregações pode ser citado o que eles propagam como verdade:
1.. O bispo católico Jerónimo de Strídon por ordem do papa Dâmaso, segundo eles foi quem primeiro introduziu o nome Jesus na Bíblia;
2.. Jesus significaria "Deus cavalo" em hebraico , e ainda seria dado ao Cristo em homenagem à deuses pagãos como Zeus, Júpiter e Esus como forma de uma adoração indireta;
3.. Segundo cálculos próprios, o nome Jesus somado daria 666, desde que colocado junto a uma frase latina que escolheram;
4.. Argumentam que nome não se traduz, somente podendo se transliterar, o que seria impossível já que no hebraico não tem o som da letra "J";
5.. O "Nome Sagrado", sendo de origem hebraica, e para eles seria indiscutivelmente "YEHO" (YHWH) mais "SHUA" (Salvação); assim o nome mostraria que "YHWH (יהוה) é salvação", já que o nome do Pai Celestial no Velho Testamento estaria inserido nesse "Nome Sagrado" propagado por eles (Yehoshua);
6.. Textos bíblicos são citados para substanciar a importância do nome para a seita, indicando que existe salvação em tal nome: Lucas 1:31,24:47;Atos 4:12;
7.. Não agregando valor positivo ao nome "Jesus", conseqüentemente os verdadeiros filhos de Deus seriam aqueles que acreditam somente nesse "nome verdadeiro" que pregam, em contrapartida ao que aparece nas bíblias de origem Católica Romana (a Vulgata) e protestante (J. F. Almeida).
Mais recentemente, por volta dos anos 90, surge a mais nova variante desse grupo, a organização Yaohushua, que se diz de Jerusalém, Israel, mas com um líder filipino Filimino Nagado, que se identifica como “Cohanul”. Tal grupo busca prosélitos por meio de “salas de chat” na internet, propagando seus sites. Assim como as outras facções do grupo autodenominadas "Ohol" ou "Oholyao", “Cohanul” alega liderar o único grupo que conhece a verdadeira identidade do Criador. No Brasil esta é a tese pregada pelo vulgo "Uzulyao" ( Na verdade: Sr. Carlos Roberto de Abreu Moreira [1] [2] [3] [4] ), com sua sub-facção dessa organização Yaohushua no Rio de Janeiro/RJ.
Cada um dos grupos deste movimento (MNS), freqüentemente chamado também como “Yahweísmo”, alega que é imprescindível dirigir-se à Deus pela forma específica do Nome Divino no Velho Testamento. Seja qual for o nome julgado ser o verdadeiro nome, todos os outros termos ou nomes para Deus estariam totalmente errados e deveriam ser desprezados por possuírem uma fórmula para adoração à falsas deidades
..!
Mais recentemente, por volta dos anos 90, surge a mais nova variante desse grupo, a organização Yaohushua, que se diz de Jerusalém, Israel, mas com um líder filipino Filimino Nagado, que se identifica como “Cohanul”. Tal grupo busca prosélitos por meio de “salas de chat” na internet, propagando seus sites. Assim como as outras facções do grupo autodenominadas "Ohol" ou "Oholyao", “Cohanul” alega liderar o único grupo que conhece a verdadeira identidade do Criador. No Brasil esta é a tese pregada pelo vulgo "Uzulyao" ( Na verdade: Sr. Carlos Roberto de Abreu Moreira [1] [2] [3] [4] ), com sua sub-facção dessa organização Yaohushua no Rio de Janeiro/RJ

 O mais estranho nesse movimento..YAO" é que ele...não vem dos hebreus e sim de um filipino...filimino nagado!!

Pesquisa   Ivonil ferreira d e carvalho

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

A PESSACH-PASCOA DE YAHSHUAH...!

A  PESSACH-PASCOA  DE  YAHSHUAH...!


MT-2 ;1...Ora, tendo יהושע nascido em Beth-Lechem de
Yahudah
 
 


E tu, Beit-Lechem (Belém - casa do pão) Efratah (frutífera ou fértil
26 E enquanto eles estavam comendo, יהושע tomou o
leche, e proferiu a bracha, e o partiu, e o deu aos
talmidim, e disse, Tomai, comei; este é o Meu corpo.
27 E Ele tomou o cálice, e deu hodu(Rendei graças ) e o entregou a eles,
dizendo, Bebei dele todos;
28 Porquanto isto é o Meu dahm da Brit Chadasha, que é
derramado por muitos para a remissão de pecados.
29 Mas Eu vos digo, Que Eu não beberei deste fruto da
vinha outra vez, até aquele dia quando Eu o beberei de
novo convosco no malchut do Meu Abba.

1ª corintios 11;;;;;;;;;16 Mas se algum homem parece ser contencioso, não
temos tal costume de sermos contenciosos, nem as
congregações de .יהוה
17 Ora, ao vos declarar isto, eu não vos recomendo, uma
vez que, quando vos ajuntais, não progredis, mas vos
tornais pior.
18 Pois, antes de tudo, ouvi que há divisão entre vós
quando vos reunis na congregação Yisraelita, e eu, em
parte, o creio.
19 Porquanto, deve haver controvérsias e também
heresias entre vós, nisto, os que são aprovados hão de se
manifestar entre vós.
20 Quando vos reunis, portanto, num lugar, como o
Yisrael que sois, não comais nem bebais
inapropriadamente num dia de Shabbat, o dia do nosso
Soberano.
21 Pois, ao comerdes, cada um toma, primeiramente, a
sua própria ceia; e um fica com forme, e outro,
embebedado.
22 Até quando continuará? Não tendes casas onde comer
e beber o alento? Ou, menosprezais a congregação
Yisraelite de יהוה , e envergonhais os que nada têm? Que
vos direi? Darei tehilla a vós por isto? Já não vos darei
tehilla.
23 Porque eu recebi de יהוה aquilo que também vos
entreguei, que o Mestre יהושע , na mesma noite em que
Ele foi traído, tomou o lechem:
24 E tendo Ele proferido a bracha, Ele o partiu, e disse,
Tomai, comei: isto é o Meu corpo, que é quebrado por
vós; fazei isto em lembrança de Mim.
25 A seguir, do mesmo modo, Ele tomou também o cálice
do kiddush,(benção-santificação) depois de haver ceado, dizendo, Este é o
cálice da geulah,(redenção) que é a Brit Chadasha no Meu dahm;(sangue)
fazei isto, sempre que o beberdes, em lembrança de Mim.
26 Porquanto, sempre que vós comerdes este lechem,(pão) e
beberdes este cálice, vós confirmareis a morte de ,יהושע
até que Ele retorne.
27 Portanto, todo aquele que comer deste lechem, e beber
deste cálice do Soberano יהוה , indignamente,6 será
culpado do corpo e do dahm do Soberano .יהוה
28 Mas examine-se o homem a si mesmo, e, assim, como
deste lechem, e beba deste cálice.
29 Porque o que como e bebe indignamente, comoe e
bebe trazendo dano para si mesmo, não discernindo o
corpo do Soberano 7.יהוה
30 Por esta razão, muitos se acham fracos e doentes entre
vós, e muitos, estão mortos.
31 Porquanto, se nós julgássemos a nós mesmos, nós não
seríamos julgados.
32 Mas quando somos julgados, nós somos disciplinados
por יהוה , a fim de não sermos condenados com o olam
hazeh.

EM CONSTRUÇÃO....................

sábado, 22 de novembro de 2014

OS 144 MIL ASSINALADOS

OS  144 MIL ASSINALADOS

Vi  um  anjo   subindo  do  Oriente,  tendo  o selo  do  Helohim  vivo;  Ele...bradou...não  danifiquem  nem a  terra,  nem  o mar,  nem as  árvores,  até que  tenhamos  selado os  servos  do  nosso  Helohim "Yahweh" na  testa!  Ouví quantos  haviam  sido  selados=144  mil  de todas  as  tribos  do   povo de  Yashorul  (Israel).
Da  tribo  de Yahudah, 12  mil foram selados.
da   tribo  de Rúven,  12 mil.
da  tribo  de Gad,  12  mil.
da  tribo  de   Asher  12mil.
da  tribo  de Naftali,  12   mil.
da  tribo  de  M´nasheh,  12  mil.
da  tribo  de Shimón,  12 mil.
da  tribo de Leví,  12 mil.
da  tribo   de Yissakhar,  12 mil.
da   tribo   de Z´vulun,  12  mil.
da  tribo   de   Yossef, 12 mil.
da  tribo de Binyamin, 12 mil.
Hyzayon=Revelação  7,1-8.
É importante  observar  que,  o anjo  encarregado  disse  bem  claro...até  que  ajamos  selados  os  servos(todos-judeus  e gentios  que  creram  no mashyah)  do  nosso Adonai=Yahveh=Yarrueh.
Vale  lembrar  que,  o  povo  de  Yashorul  (Israel) descrito aqui,  é  o povo  da  promessa, da linhagem  de  Avraham (Abraão) o  Yashorul  espiritual, e não  o  Israel  nação; Pois logo  a seguir aparece...uma  grande  multidão...de  toda   nação,  tribo  povo  e língua...trajando  vestes  brancas...vrs  9. A   grande multidão  não  é um povo  separado  das  12  tribos, e sim, o resultado  aritmético  de  12  tribos  vezes  12 mil  selados;  12X12000=144000; que aparece  no  capitulo  14 selados com o nome  de "Yahshuah=Yahweh=Salvação=o nome do Pai  e do  Filho.   Já que  as...promessas foram feitas  a Avraham  e  a sua descendencia  que  é  o  Mashiach : Gálatas,3,16.  Portanto, as  12  tribos  seladas são  o  Yashorul  espiritual,  iniciando  com  Yahudah (Judá) como o primogénito  em lugar de  R´uvem;  sendo que  na genealogia  de  Yahshuah  aparece  Yahudah  como o   primogénito  e não  Rubem.  Confirmando ser  o  Yashorul  espiritual Shaul (Paulo)  escreveu...o  Yahudi  (judeu) de  verdade...não  é...apenas  exteriormente  judeu...mas...quem  o  é  interiormente...no  espírito...Em   outras   palavras, os descendentes  físicos  não  são "B´nai Yahweh=filhos  de  Yahweh;  mas,  os  filhos da  promessa..são  contados  como  descendentes  de  Avraham;  Romanos, 9, 6-9. E  portanto  selados  com  o  selo da  promessa  através...do  conhecimento e  obediência  aos  mandamentos  de  Yahweh...e  a   fé=testemunho...  em  Yahshuah HaMashiach.; Hyzayon=Revelação 12,17;  e  14,12.    Já  que...o  seu  mandamento  é  a "Chai olam=vida  eterna;Yachonam 12,50.
Nisto...não há judeu nem gentio...o Mashiach  de  ambos  os povos...judeus...gentios...fez  um povo só...criando em si  mesmo  dos dois...um  novo  homem...israelita  do  espírito=da promessa...porque   todos   vós  sois  um  no  Mashiach, e  se sois  de  Yahshuah,  então  sois  descendência  de Avraham e herdeiros   conforme a promessa;  Romanos 10,11-18.
Portanto, tanto  os selados do capítulo  7  como os do  14 de  Hyzayon=Revelação, pertencem   ao mesmo  povo, não são  grupos  separados. Os 144000  foram visto com  o   Cordeiro no monte Tzyon=Sião.   Sião  significa  morada  de  helohim, monte  é símbolo de  reino;  daí  monte  Sião  ser  o  reino do Mashiach, a  pedra de  Danyah  Capitulo  2 a que  já referimos.  Se  conclui que,  o monte  Sião é a Kehilah do Mashiach,   o  monte=reino, que  encheu toda  a terra,  formando a grande multidão  de toda  nação, tribo e língua e povo, vista no  capitulo  14.  Que formam a Nova  Yahshalaym=Cidade  Santa.
Vejamos;  A  medida  da Cidade  Santa  é  de 12 mil estádios  vezes  12 mil estádios;   12000X12000=144000.  O  que  é uma  simbologia  das  12  tribos  de  Yashorul  vezes   os  12  Apóstolos  do  Cordeiro,  mais o número 1000 (ideia  de multidão) somam  12X12=144000.  interessante,  não?
Também  o número de medida do muro  da Cidade  Santa é  de 144  côvados, somando a eles,  (mil ideia  de multidão) dá  o mesmo
número  de  144.000.
 Os 144.000 estavam diante do trono...De toda a humanidade  eles eram  os UNICOS que tinham sido comprados  por  Yahshauh...Rev-14,3.
Os  144000...são os...servos   de  nosso  Helohim  selados na  testa; Hyzayon=Revelação  7,3;  D´varim  (Deut-)  6,7,8.  Ezequiel  9,3-5...E tem em   suas testas escritos,  o  nome do Cordeiro  e de seu Pai "Yahshuah=Yahweh+Salvação.  Fala  de  todos  os  santos,   já que   todo o  que  invocar  o nome "Yahshuah"  será salvo;   Invocar  o nome  "Yahshuah"  significa  conhecer  e memoriza-lo;  tê-lo sempre focado na  nossa mente.
Os  144000...foram  comprados da  terra;  os  escritos  sagrados  dizem  que...Yahshuah  resgatou  como  seu próprio  sangue...comprando para  Helohim   seu  pai, homens  de toda    tribo,  língua,  povo e nação.  Actos,20,28. Hyzayon=Revelação  5,9,10. 
Os  144000...são   os  que  não contaminaram com mulheres  pois  são virgens; Vrs4.  Não fala de contaminação sexual;  já  que o casamento entre  o homem  e a mulher é uma  instituição divina, e abençoada  pelo Criador...unirá o  homem  à sua mulher  e serão dois uma só  carne...O  Apostolo Shaul  confirma...venerado  entre  vós...os santos...seja  o   matrimonio,  e  o leito...sexo...sem  mácula;  Mattytiahu   (Mateus) 19,5,6. e  Hebreus,13,4.
Fala  aqui  dos santos  que  não se  contaminaram  com as  doutrinas das Meretrizes  filhas  da mãe  Babilónia;  e saíram...vitoriosos  da   besta, (mãe  Babilônia)  e da  sua imagem, (as filhas da mãe,) e  do seu  sinal,  e  do número  do seu  nome;  Hyzayon=Revelação 15,2; 
Aqui, os santos, a cidade santa, e  os 144000,  representam um único povo;  o  Yashorul  (Israel)  da  promessa,  que  conpôem  a  Nova  Yahshalaym.
Os  144000  são  também...os que  seguem  o  Cordeiro  para  onde  quer   que  ele vai; vrs 4.  O Mashiach  disse...se  alguém  me serve  siga-me;  e onde  Eu  estiver  estará  também  o  meu servo...e  ainda...Pai  aqueles  que me  deste...todos  os santos...quero  que  onde  Eu  estiver, também  eles  estejam comigo  para  que  vejam a  minha  glória;  Yachonam 12,26;  e 17,24. 
Os 144000   comprados  da  terra,,,são  as  primícias de  Yahshorul (Israel  espiritual)...Yarmiahu,  (Jeremias) 2,3;    Y´a kov  (Tiago)  1,18. e Hzayon=Revelação  14,4.
 Os   144000 são  os  que...em  sua  boca  não se achou engano  (mentira), são  irrepriensiveis; vrs 5.  Yahweh  diz que,,,nenhum enganador...ou mentiroso...habitará na minha  casa=Yahshlaym   Celeste;   E  somente  serão integrantes da  Cidade Santa,  os  que   forem...irrepriensiveis  para  a parusia  do Mashiach;   Tehillim 101,7,8;    1ª  Tess,,5,23;  1ª  Cor,  1,18..  e  refs.   lembramos  que  A  Cidade  Santa, foi  vista  descendo  como uma  esposa   ataviada para  o  seu marido;  vrs  2.    Neste  ponto concluinte, a Cidade  Santa=Kehilah do Mashiach já  era  a esposa  do  cordeiro; Cumprirá  o que  Yahveh  diz  a  respeito  dela pela  boca  de  um     seu  profeta...Não   serás   chamada  dali   em diante  desamparada...mas,  serás  chamada...casada; porque Yahweh  se  deleita  em  ti... e serás  casada...como o  mancebo  se  casa  com a donzela...e  se   alegra  com  a  noiva...assim  o  teu  Helohim  se  alegrará  de  ti;  Yahshayahu  (Isaías)  62,,3-5;
O  sinal  que  os  servos  do  Cordeiro  e  de seu  pai, recebem  no capitulo  7  de Hyzayon=Revelação; significa  receber  e guardar  a palavra  do  Eterno  como  está  escrito...estas  palavras=10 mandamentos;...que  hoje  ti  ordeno,  estarão  por  sinal na  tua    mão,  e te  serão   por   testeiras  entre  os   teus   olhos...marca  com...este   sinal...as  testas  dos  homens  que  suspiram   e  gemem   por  causa  de  todas   as  abominações   que   se   cometem   no meio  dela  (Babilônia  e  filhas);  D´varim (Deut-)6,6-8.    Sh´mot  (Êxodo) 13,9-16.e  Ezequyahu  (Ezequiel) 9,2-5;
E  no  capitulo  14  diz  que...estavam com o Cordeiro  144000 que  tinham escritos  em   suas  testas...o  nome   do  Cordeiro e de  seu  pai.    No capitulo  7  o  povo  estava  sendo selado com o  selo  do  Eterno, através   da sua   Santa  palavra;  No  capitulo  14, o povo  já estava  selado com  o  nome  do  Cordeiro  e de  seu  Pai. Como  o  nome do  Cordeiro  é  Yahshuah,  e significa  "Yahweh+Salvação.  Todo  o  Yahshorul  (israel)  da  promessa,  os  filhos  de  Avraham pela   fé  no  Mashiach. Que  creêm  no  nome  do "Yahshuah" unigênito  de  Yahweh; recebe  em  suas testas (mentes)  este  selo.   Compondo  a  Yahshalaym  Cidade  Santa=os  144000  selados.
Jatai-go   ano   1989.  

Literaturas vitorias d e um princepe

ivonil fereira d e carvalho

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Codex Aleppo

Codex Aleppo

 

ses.

 
The Aleppo Codex
O mais antigo fragmento do texto hebraico que possuíamos até bem recentemente era o papiro Nash, que contém apenas Ex 20,2-17 e Dt 6,4 e data do século II a.C. Hoje temos também os Manuscritos do Mar Morto (ou de Qumran), descobertos a partir de 1947. O manuscrito mais antigo seria do ano 250 a. C., e contém parte do livro do Êxodo. E os mais recentes não passam do ano 68 d.C. No século V entram em ação os massoretas, os "transmissores" do texto. Além de fazer anotações sobre o texto, estes sábios judeus sentiram a necessidade de vocalizá-lo e acentuá-lo, para se obter um texto mais uniforme e fixo. Neste processo cada escola seguiu um método diferente, como a oriental, sediada na Mesopotâmia e a ocidental, na Palestina. Depois de muitas peripécias, prevaleceu a escola de Tiberíades (Palestina) aí pelo ano 900 d.C. E em Tiberíades as famílias Ben Neftali e Ben Asher. Desta última temos dois manuscritos importantíssimos: o manuscrito massorético mais antigo, Codex do Cairo, escrito e vocalizado por Moisés ben Asher, data do ano 895, mas só contém os profetas (anteriores e posteriores). O mais precioso é, porém, o Codex de Aleppo, quase completo, escrito e vocalizado por Aarão ben Moisés ben Asher, até 930. Um terceiro manuscrito importante é o Codex de Leningrado, baseado nos manuscritos de Aarão ben Moisés ben Asher. Este contém todo o AT e foi escrito em 1008. A Biblia Hebraica Stuttgartensia funda-se principalmente neste manuscrito. 
The Aleppo Codex, the ancient and accurate manuscript of the Hebrew Bible, is presented for the first time in full color, enabling the viewer to see the actual work of the leading exponent of the Masoretic tradition that flourished in Tiberias in the tenth century - Aharon Ben Moshe Ben Asher.

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nuvola apps important.svg
A tradução deste artigo ou se(c)ção está abaixo da qualidade média aceitável.
É possível que tenha sido feita por um tradutor automático ou por alguém que não conhece bem o português ou a língua original do texto. Caso queira colaborar com a Wikipédia, Aleppo Codex (inglês) e melhore este artigo conforme o guia de tradução.


Página do Aleppo Codex, Deuteronômio.
Codex Aleppo ou Códice de Alepo no (Hebraico: כֶּתֶראֲרָםצוֹבָא, (sˁovɔʔ ʔăɾɔm de kɛθɛɾ) Keter Aram Tsova é o mais antigo e completo manuscrito1 da Bíblia Hebraica de acordo com o Tiberiano Massorá, produzido e editado pelo respeitado massoreta Aaron ben Moses ben Asher.
Datado de 930 d.C., cerca um terço dele, inclui quase toda a Torá. Considera-se o manuscrito original de maior autoridade massoreta, que segundo a tradição familiar, estas Escrituras Hebraicas foram preservadas de geração em geração.2 Assim o Códice de Alepo é visto como fonte original e a maior autoridade para o texto bíblico e os rituais judaicos. Este provou ter sido o texto mais fiel aos princípios dos Massoretas.
.
O Códice de Alepo tem uma longa história de consultas pelas autoridades rabínicas. Os estudos modernos mostraram-no como a mais exata representação dos princípios massoréticos que podem ser encontrados em todo o manuscrito, contendo pouquíssimos erros entre os milhões dos detalhes ortográficos que compõem o texto massorético.

Autoridade

As consoantes usadas no Códice foram copiadas pelo escritor Shlomo ben Buya'a na região de Israel, 920. O texto foi, vocalizado com pontos consonantais no estilo massorético por Aaron ben Moses ben Asher. Ben Moses foi o último e o maior de membro proeminente da dinastia do Ben-Asher, que deu forma à versão mais exata da Massorá e, conseqüentemente, da Bíblia Hebraica.
O Códice de Leningrado, que data aproximadamente ao mesmo tempo em que o Códice de Alepo, foi reivindicado ser uma obra de escritura Ben-Asher.
O Códice de Alepo foi o manuscrito usado pelo rabino e acadêmico Maimónides (1135-1204) quando estabeleceu os parâmetros exatos para a escrita dos rolos da Torá, de Hilkhot Sefer Torah ("as leis dos rolos da Torá".) em sua Mishneh Torah.

Tradição textual

O começo (em quase toda a Torah) e a extremidade do manuscrito faltam, algumas páginas. Visto que o Códice de Alepo estava incompleto (até 1947), seguia-se a tradição textual tiberiana na ordem de seus livros, similar ao Códice de Leningrado, e que combina com a tradição mais antiga dos manuscritos bíblicos. Tora e Nevi'im aparecem na mesma ordem encontrada na maioria das bíblias impressas, mas difere na ordem para os livros segundo o Ketuvim. No Códice de Aleppo, a ordem de etuvim está: Crônicas, Salmos, , Provérbios, Rute, Cântico dos Cânticos, Eclesiastes, Lamentações, Ester, Daniel, Esdras-Neemias. O texto atual falta quase o inteiro Tora (Gênesis e a maior parte de Deuteronômio). Começa com a última palavra de Deuteronômio 28:17 (ומשארתך, "e tua amassadeira"). Após este, nos livros de Nevi'im publicam-se em sua ordem tradicional (Josué, Juízes, Samuel, Reis, Isaías, Jeremias, Ezequiel, e os doze profetas menores). Faltam Eclesiastes, Lamentações, Ester, Daniel, e Esdras-Neemias.

manuscrito chamado Gaza (Tesouro), da Igreja do Orient


Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz
Visualização: clique aqui.
Ms. or. fol. 620 - Gaza. fol 1v. Staatsbibliothek zu Berlin - Preußischer Kulturbesitz
Ms. or. fol. 620 – Gaza. fol 1v. Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz.
Ms. or. fol. 620 Gaza. fol. 42v. Staatsbibliothek zu Berlin - Preußischer Kulturbesitz.
Ms. or. fol. 620 Gaza. fol. 42v. Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz.
Este é um belo exemplar de um manuscrito chamado Gaza (Tesouro), da Igreja do Oriente. Contêm os serviços e liturgias de dias em que se comemoram eventos, santos ou pessoas especiais para a Igreja. Também contêm hinos e referências sobre o evento ou santo comemorado. Por exemplo, já no início temos o serviço para a comemoração do nascimento de Jesus. Logo depois, vem uma comemoração em memória (dokhrana) de Maria, mãe de Jesus. Também temos o Dia de Reis, João Batista, comemoração dos quatro evangelistas, etc.
Este manuscrito faz parte da coleção de manuscritos orientais da Biblioteca Estadual de Berlim (Staatsbibliothek zu Berlin – Preußischer Kulturbesitz). Pode usar este link para pesquisar muitos outros manuscritos

O HEBRAICO E OS PICTOGRAMAS

O HEBRAICO E OS PICTOGRAMAS

No princípio eram os pictogramas, desenhos estilizados que representavam objetos ou seres. Mas escrever com pictogramas era uma atividade complicada e pouco prática. Movido pelo desejo de facilitar a nobre arte de escrever um sujeito iluminado teve a ideia de criar o sistema silábico. Os antigos símbolos gráficos passaram a representar sons e não mais ideias. E os pictogramas se fizeram sílabas e passaram a habitar entre nós. 

No site mantido por Jeff A. Benner você poderá conhecer a origem de algumas palavras hebraicas a partir de antigos ideogramas. A palava "pai", por exemplo, seria a junção do ideograma "cabeça de boi" (força) com o ideograma que representa uma casa. O resultado: pai = a força da casa (as mulheres não gostarão muito disso). Confesso que algumas das explicações não me convenceram, mas no geral elas fazem muito sentido. Divirta-se!


Imagens: http://www.ancient-hebrew.org.